Bebê morre asfixiado com lã na garganta em São Paulo

Um bebê morreu aparentemente por asfixia na manhã de segunda-feira em Ubatuba (SP). Segundo a delegacia da cidade, os pais foram à Santa Casa porque a criança havia se engasgado com leite, mas os médicos encontraram chumaços de lã na garganta da vítima.

De acordo com o boletim de ocorrência, o casal foi embora sem esperar os resultados dos exames. A Polícia Militar (PM) foi acionada, e localizou o pai, 18 anos, e a mãe, 16 anos, no centro da cidade.

À polícia, a avó da criança, que mora no mesmo terreno dos pais, disse ter escutado o bebê chorar durante a noite e se calar em um dado momento. Os pais negaram negligência e foram liberados, mas aguardam a conclusão das investigações.

Na casa, os policiais encontraram um bichinho de pelúcia rasgado, de onde poderia ter saído a lã encontrada na garganta da vítima. Em um travesseiro, havia marcas que, de acordo com a polícia, seriam de sangue. Também foi encontrado quatro pinos vazios usados para guardar cocaína. No depoimento, o casal afirmou ser usuário de crack e cocaína.