Chanceleres da Argentina e Brasil preparam visita de Dilma

Os chanceleres da Argentina, Héctor Timerman, e do Brasil, Antonio Patriota, analisaram nesta segunda-feira a viagem que a presidente Dilma Rousseff fará este mês a Buenos, na primeira visita ao exterior desde sua posse.

Os ministros estudaram os preparativos para a visita de Dilma, que acontece no dia 31 de janeiro, segundo informou uma fonte da chancelaria argentina.

Timerman e Patriota, que também realizou indo à Argentina sua primeira visita oficial ao exterior, também examinaram o estado das relações bilaterais.

"A integração (com o Brasil) avança. Com alguns problemas, claro, como qualquer relação complexa como a que temos com o Brasil, com milhares de milhões de dólares de integração industrial (...). Também temos que avançar em outros processos, como os políticos e sociais", afirmou o ministro argentino em entrevista publicada no domingo pelo jornal Página/12.

Patriota será recebido na tarde desta segunda pela presidente Cristina Kirchner na Casa Rosada (governo) e depois dará uma coletiva de imprensa.