Detran-SP adia informatização de emissão de CNHs na capital

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) informou nesta sexta-feira que suspendeu por 30 dias a implantação do processo informatizado de emissão de carteiras de habilitação na cidade de São Paulo, programada para acontecer na próxima segunda-feira, 20 de dezembro. Segundo nota do órgão, a medida tem por objetivo dar um prazo maior para que médicos, psicólogos e Centros de Formação de Condutores (CFCs) se adaptem às novas exigências.

Ainda segundo o Detran, entre as exigências para o e-CNHsp estão a aquisição de certificado digital pessoal (e-cpf), e equipamentos de informática e acesso à internet com a configuração mínima recomendada. A capital paulista responde por 29% das carteiras emitidas no Estado, e tem 864 profissionais médicos e psicólogos e mais de 630 Centros de Formação de Condutores credenciados.

O sistema e-CNHsp já funciona em mais de 30 cidades do Estado. A novidade da informatização é que a população começa o processo de habilitação em casa, preenchendo o pré-cadastro pela internet, na página www.e-cnhsp.sp.gov.br.

Segundo o departamento, além de oferecer mais segurança a todo o processo de emissão da Carteira de Habilitação no Estado, o e-CNHsp também contribui para reduzir prazos. De janeiro a junho de 2009, com o sistema antigo, o tempo médio para uma Ciretran emitir a primeira habilitação foi de 191,44 dias; no mesmo período de 2010, com o e-CNHsp, caiu para 120,27 dias. No caso das alterações ou adição de categoria, a redução foi de 116,79 para 61,73 dias.