"Dilma escolheu quem ela conhece", diz Lula sobre novo governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a imprensa e negou ter participado da composição do ministério da presidente eleita Dilma Rousseff. Em ato que registrou as ações dos 8 anos de mandado à frente da Presidência da República nesta quarta-feira, Lula afirmou que os nomes escolhidos para compor o futuro governo são mais próximos a Dilma e garantiu que não interferiu na composição do Ministério.

"Eles (ministros escolhidos por Dilma) são muito mais amigos da Dilma e foram mais na sala da Dilma do que na minha sala. A Dilma escolheu quem ela conhece", disse o presidente.

Lula também enalteceu a importância do vice-presidente José Alencar nas conquistas de seu governo e afirmou que Alencar está descansando para se preparar para posse de Dilma no dia 1º de janeiro. "Em nome dos meus ministros, quero agradecer ao meu companheiro José Alencar. Levarei para sempre a relação de amizade que nós travamos nesse governo."

Sobre o registro em cartório das ações de seu governo em cartório, Lula citou até o Wikileaks - site que publicou documentos secretos da embaixada americana - para elogiar o evento. "Vai estar disponível as coisas que nós fizemos, incluindo as coisas do Itamaraty. Não vai ter vazamento do Wikileaks porque nós vamos vazar antes", completou Lula.