Maluf é absolvido da acusação que o enquadrou na Ficha Limpa

Ex-prefeito era acusado de compra superfaturada de frangos

SÃO PAULO - O deputado Paulo Maluf (PP) foi absolvido nesta segunda-feira pela 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) da acusação de compra superfaturada de frangos pela prefeitura. Ele havia sido condenado, em abril de 2010, a devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 21,7 mil.

A acusação levou o deputado a ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral), anulando os quase 500 mil votos que ele recebeu nas eleições.

Segundo o relator do processo, desembargador Nogueira Diefenthaler, não houve prova de dolo ou de culpa grave. Com esse fundamento, votou pela absolvição do deputado.

A ação já havia sido julgada improcedente em primeira instância, em 2002, isentando o ex-prefeito de devolver o prejuízo aos cofres públicos.