PF desmonta quadrilha de fraude bancária na Operação Sem Limites

RIO - A Polícia Federal (PF) cumpre nesta quinta-feira 11 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão da "Operação Sem Limites", que visa desarticular uma organização criminosa especializada em clonagem de cartões de créditos e outras fraudes financeiras.

Segundo informações da PF, a operação teve início em 22 de julho, quando ocorreu a prisão de duas pessoas em uma barreira realizada pela Receita Federal e pela PF na cidade de Arroio Grande, no Rio Grande do Sul.

Após investigações preliminares, constatou-se o envolvimento de outras pessoas, na cidade do Rio de Janeiro, que seriam as responsáveis pela aquisição das mercadorias apreendidas e clonagem de cartões para pagamento.

Outras três pessoas foram presas em 28 de setembro, na rodoviária de Porto Alegre, por porte de cartões clonados e máquinas para fraudar cartões bancários.

A ação dos bandidos consiste em inserir máquinas de cartões de créditos adulteradas no comércio estabelecido. Depois de um determinado período, a máquina é retirada desses locais pela quadrilha para obtenção de dados das tarjetas dos clientes dos referidos estabelecimentos. Em seguida, de posse desses dados, são confeccionados os cartões de crédito para posterior consumo no comércio nacional e internacional, além de saques em dinheiro no exterior.