Dilma convida Mantega a permanecer na Fazenda

A presidente eleita, Dilma Rousseff, decidiu convidar Guido Mantega a permanecer no Ministério da Fazenda em seu futuro governo. O convite seria feito na noite de quarta-feira (17), em jantar entre os dois na Granja do Torto - residência de campo da Presidência, cedida à eleita na transição.

O presidente Lula havia defendido a manutenção de Mantega no comando da Fazenda em reunião na noite de terça (16) no Palácio da Alvorada. Ele e Dilma discutiram uma lista de nomes que a presidente eleita pretende convidar para montar o seu primeiro escalão. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Dilma planeja anunciar sua equipe econômica na próxima semana e pode divulgar também nomes de ministros com gabinetes no Palácio do Planalto. Ela passou a cogitar a hipótese de manter Henrique Meirelles no Banco Central ao menos até fevereiro do próximo ano, aguardando a posse do novo Congresso Nacional.

Segundo a Folha apurou, Dilma preferia trocar a presidência do BC, mas diminuiu sua resistência em manter Meirelles porque está preocupada com uma piora da economia mundial e seus efeitos no Brasil. Nas discussões para formar o novo ministério, a Folha apurou que a tendência é Antonio Palocci Filho chefiar uma pasta do Palácio do Planalto. Também cresceu a cotação de Paulo Bernardo (Planejamento) para ocupar a Casa Civil, posto já aventado para Palocci.