Provas amarelas do Enem podem não ser as únicas reaplicadas

Brasília - As provas amarelas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicadas no sábado, 6 de novembro, podem não ser as únicas a serem reaplicadas aos estudantes que se sentiram prejudicados por falhas. Questionado se apenas as provas de sábado seriam reaplicadas, o ministro da Educação, Fernando Haddad, respondeu nesta terça-feira (16) que, "possivelmente, sim", mas não descartou a repetição de outros testes, caso necessário.

"Possivelmente, sim, mas não necessariamente. Vamos verificar se houve algum prejuízo por alguma outra ocorrência de alguém que, no domingo, tenha tido alguma dificuldade", disse Haddad, após participar de audiência na Comissão de Educação do Senado para explicar as falhas na prova.

Algumas provas amarelas aplicadas no sábado apresentaram erros como a repetição ou ausência de questões. Algumas folhas de resposta também estavam com o cabeçalho das provas trocado. "A orientação é que todas as ocorrências passarão por um pente fino", ressaltou o ministro.

Segundo Haddad, apenas após a análise das mais de 113 mil atas dos locais de prova será possível oficializar a data para realização de uma nova prova para os estudantes que tenham sido prejudicados. O ministro afirmou que será possível anunciar a data até o final desta semana ou no início da próxima e garantiu que os estudantes prejudicados serão informados por celular ou e-mail sobre a nova data.

A divulgação dos resultados seguirá o previamente previsto, ocorrendo na 1ª quinzena de janeiro de 2011, prometeu o ministro.