Correios cancelam prova para concurso público

Mais de um milhão de candidatos disputariam 6.565 vagas

SÃO PAULO - Os Correios divulgaram nesta sexta-feira a decisão de cancelar o concurso público para preenchimento de 6.565 vagas. As provas seriam realizadas no próximo dia 28 por mais de um milhão de candidatos inscritos. Não há nova data marcada para a realização das provas.

Segundo a empresa, o cancelamento se deve à decisão da Justiça Federal de Brasília, que cancelou a liminar que determinou a suspensão do processo de contratação da Fundação Cesgranrio, organizadora escolhida para aplicar as provas.

O recurso dos Correios a essa decisão encontra-se em análise pelo Tribunal Regional da 1ª Região. "Essa condição não deixa prazo suficiente para a realização do certame na data anteriormente prevista com a qualidade e segurança necessárias", afirmou a empresa pública em nota.

Os Correios ainda informaram que os candidatos que desistirem de concorrer às vagas terão o valor das taxas devolvido com correção, "em data a ser divulgada".

Segundo o Ministério Público Federal, a Cesgranrio teria sido contratada por dispensa de licitação para realizar o concurso, mas indícios apontaram conduta irregular por parte dos dirigentes da empresa.

As provas do processo seletivo do programa Jovem Aprendiz da empresa estão mantidas no dia 15 de novembro de 2010.