Ex-office boy terá cargo de assessor pessoal no governo Dilma

 

BRASÍLIA - O ex-office boy Anderson Braga Dorneles garantiu um lugar no governo da presidente eleita Dilma Rousseff como seu assessor pessoal, enquanto ministros e presidentes de partidos tentam um cargo no futuro governo. Entre suas tarefas está acompanhar a ex-ministra em reuniões, filtrar telefonemas, verificar e-mails e administrar sua casa e contas pessoais. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, Anderson começou como estagiário da Secretaria de Minas e Energia de Porto Alegre e depois passou para o governo de transição do presidente Lula, em 2002. Apesar da sua lealdade, Anderson já chegou a pedir demissão e durante a campanha presidencial ficou afastado por uma semana devido a uma crise de estresse.