Secretaria paulista afasta professora suspeita de agredir três alunos

A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo afastou nesta quarta-feira uma professora de 62 anos, suspeita de ter agredido três alunos de 8 anos na tarde de terça-feira em uma escola de Ribeirão Preto. Segundo a Polícia Civil, os responsáveis pelos alunos, que apresentavam marcas leves de agressão, foram à Delegacia de Polícia registrar ocorrência.

As crianças, duas meninas e um menino, informaram à polícia que a agressão começou após uma menina ter pedido para ir ao banheiro. A professora teria negado e, como a aluna insistiu, ela teria segurado a menina pelo pescoço e apertado seu braço. Outras duas crianças disseram que foram empurradas pela educadora.

De acordo com a polícia, a professora disse que foi empurrada pelos alunos e que um deles teria jogado um apagador e outra, cuspido em seu rosto. Ela afirmou que chamou a direção da escola e que uma coordenadora pedagógica presenciou o ocorrido. De acordo com a escola, ela estava substituindo outra educadora, responsável pela turma.

A ocorrência é investigada no 5º Distrito Policial de Ribeirão Preto. A Secretaria de Educação disse, em nota, que iniciou uma apuração sobre o caso e que os pais dos alunos participaram de uma reunião na diretoria da escola para esclarecimentos dos fatos. Segundo a assessoria do órgão, as crianças recebem acompanhamento especial de professores coordenadores da unidade escolar e da diretoria de ensino regional.