Menino com fimose tem prontuário trocado e é operado na boca

SÃO PAULO - Um menino de dois anos com diagnóstico de fimose foi submetido a uma cirurgia indevida na boca na última sexta-feira no Hospital Municipal M'Boi Mirim, na Zona Sul de São Paulo. O erro, confirmado pelo hospital, ocorreu devido à troca do prontuário médico do paciente. A equipe médica ainda iniciou um procedimento para operar uma hérnia umbilical, mas não o concluíram, já que a criança não tinha o problema. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o pai do menino, Carlos Eduardo da Silva, o paciente estava com outras duas crianças na sala para fazer a cirurgia. "Uma delas faria a operação de fimose, na boca e no umbigo", disse. Segundo a polícia, o responsável por trocar o prontuário foi o próprio menino que seria submetido a três intervenções cirúrgicas. Com isso, o filho de Carlos Eduardo teve o freio debaixo da língua e o frênulo labial (ligação entre o lábio e a gengiva) retirados. Segundo a mãe da criança, Eliane Amélia de Sousa Silva, ela percebeu o erro ao ver o filho deixar a sala de cirurgia com a boca inchada.

Ela reclama que o médico que fez a cirurgia da criança não atendeu a família para explicar o que havia ocorrido. Carlos Eduardo ainda afirmou ter medo de que seu filho tenha alguma sequela na fala após as cirurgias. De acordo com especialistas, entretanto, a operação não deve causar nenhum problema.