Menina de 10 anos morre esmagada por elevador em escola do PR

 

Uma menina de dez anos morreu na tarde desta quarta-feira ao ficar prensada em um elevador especial para transporte de deficientes físicos em uma escola municipal de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Ela ajudava um aluno que estava com a perna quebrada a se acomodar no elevador, no andar térreo, e subiu com ele quando foi atingida na cabeça por uma viga horizontal.

O corpo da garota ficou preso entre a parede e o elevador e ela morreu no local. O elevador era aberto, como se encontra nas escadas de repartições públicas, shoppings e estações-tubo do transporte coletivo de Curitiba.

Uma equipe do Instituto de Criminalística esteve no local e constatou que o elevador estava funcionando, mas não havia condições de segurança plenas. Agora serão solicitados os relatórios de manutenção para verificar se o aparelho passava por revisões.

O elevador também era usado pelos outros alunos que não têm necessidades especiais sem qualquer supervisão de funcionários da escola. A Delegacia de Campo Largo instaurou um inquérito policial para apurar as causas e responsabilidades pelo acidente.