Divulgação de gabarito do Enem está suspensa, diz Justiça

Brasília - A Justiça Federal no Ceará confirmou nesta terça-feira ao Terra que está suspensa a decisão que permitiria divulgar às 18h gabarito oficial das questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O impedimento está incluído da decisão liminar da juíza Karla de Almeida Miranda Maia, que suspendeu a totalidade do Enem diante das falhas e argumentando violação ao princípio da isonomia entre os alunos. A Advocacia-Geral da União (AGU) irá recorrer ao Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região.

No primeiro dia de prova do Enem, no sábado, entre os erros os estudantes detectaram que o cabeçalho da folha para o gabarito das questões de ciências da natureza estava incorretamente identificado como ciências humanas, o que inviabilizava a marcação precisa das respostas no espaço destinado na prova.

Haddad espera ser chamado pelo Congresso para explicar falhas do Enem

Depois de dar explicações à Ordem dos Advogados do Brasil, o ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que também está à disposição do Senado e da Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos sobre as falhas do Enem registradas no último fim de semana.

A Comissão de Educação do Senado aprovou hoje (9) o convite para que o ministro fale sobre os problemas do Enem. De acordo com Haddad, foi ele mesmo quem ligou para a senadora Fátima Cleide (PT-RO), presidente da comissão, e também para o deputado Ângelo Vagnoni (PT-PR), se pondo à disposição para esclarecimentos. Ainda não há data definida para as audiências no Senado e na Câmara, mas Haddad informou que já reservou a próxima semana para discutir o assunto no Congresso.

Com Agência Brasil