Lula: "o Brasil defende a participação da Índia na ONU"

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou na noite desta segunda-feira em Maputo para sua última visita à África. Ao chegar na capital de Moçambique para uma visita de dois dias, Lula comentou o apoio dos Estados Unidos à entrada da Índia no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Para o presidente, a decisão americana não é uma ameaça às pretensões brasileiras de ter um assento permanente no órgão.

"Pelo contrário. O Brasil defende a participação da Índia e a Índia faz parte do G4 (Brasil, Índia, Alemanha e Japão). Eu só espero que o presidente Barack Obama faça agora desse compromisso dele com a Índia uma profissão de fé e consiga efetivamente abrir o Conselho de Segurança para que outros países possam participar", afirmou.

Lula também falou sobre os problemas envolvendo as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicadas nesse fim de semana e que foram suspensas pela Justiça Federal no Ceará. "É muito difícil lidar com seriedade quando se tem pessoas que não agem com seriedade", afirmou o presidente. De acordo com ele, o Enem foi um sucesso extraordinário, com mais de 3 milhões de participantes. "Não vai ser um ou outro caso que vai impedir o sucesso do Enem", disse.