Vigia de shopping em São Paulo acionou a Polícia após fugir de bandidos

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência de tentativa de assalto ao shopping Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, por um vigilante que foi amarrado com uma corda, mas conseguiu escapar, pulou o muro e fez a ligação de um telefone público que fica em frente ao shopping. No momento, a polícia estava próxima ao local fazendo patrulhamento de rotina.

Segundo um dos policiais que atendeu a ocorrência, o soldado Marco Quirino, o vigia contou que ele foi um dos primeiros a ser rendido, amarrado e levado para a sala de monitoramento do shopping. Depois de renderem outros três vigilantes e funcionários que montavam uma árvore de Natal no local, os cerca de 20 homens que invadiram o shopping, armados com metralhadoras e pistolas, entraram em uma sala de cinema e fizeram clientes reféns. No total, em torno de 40 pessoas, de acordo com o soldado, foram levadas para a sala de monitoramento. Anteriormente, a assessoria da PM havia informado cerca de 50. Ninguém ficou ferido.

O grupo, segundo o soldado, quebrou o CPU da sala de monitoramento, que tinha as imagens de segurança, e arrombou dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil. Quando o alarme foi acionado, eles fugiram, abandonando maçaricos, cilindros de gás e outros materiais no local. Pertences dos reféns foram roubados. Cerca de 12 viaturas da PM foram deslocadas ao shopping, mas ninguém foi preso.

Cobertura do lado de fora do shopping 

O assalto era assegurado por dois homens que faziam a guarda do local do lado de fora do shopping, de acordo com a polícia. À 1h30, na rua Grenogli, bairro Jardim Marcelo, também zona sul de São Paulo, área no entorno do shopping, um homem foi preso quando tentava fugir da polícia. Ele estava em um carro modelo Gol com outro homem.

Durante patrulhamento, a PM desconfiou dos dois suspeitos, que desceram do carro e começaram a correr. Um deles fugiu. Na delegacia, um policial atendeu a ligação feita para o celular do detido. Segundo a PM, eram homens perguntando sobre a vigilância do lado de fora do shopping. Foram apreendidos, no carro e com o homem, um fuzil Colt, calibre 556, dois carregadores e 34 munições intactas. A polícia acredita que o homem detido fatem relação com o assalto ao shopping.