RS: McDonald's é condenado a indenizar ex-gerente que engordou

    PORTO ALEGRE - Uma lanchonete do McDonald's de Porto Alegre (RS) foi condenada a indenizar em R$ 30 mil um ex-gerente que engordou mais de 30 quilos nos cerca de 13 anos em que trabalhou na franquia. A decisão foi divulgada na última terça-feira pela 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Os donos da franquia podem recorrer.

O autor do processo afirmou que, quando começou a trabalhar na empresa, em 1996, pesava entre 70 e 75 quilos. Ao sair, no ano passado, pesava 104 quilos. De acordo com o TRT, provas e testemunhas indicam que ele era obrigado a degustar produtos da lanchonete com "excesso de sal, açúcar e gorduras".

Em sua decisão, o relator do processo, desembargador João Ghisleni Filho, afirmou que fatores genéticos e sedentarismo possivelmente contribuíram para a obesidade, mas isso não exime a responsabilidade da empresa, que deverá pagar 80% dos custos médicos para o "restabelecimento das condições de saúde do reclamante".

A defesa da franquia afirma que a empresa "sempre disponibilizou assistência médica aos empregados" e que jamais obrigou o funcionário a se alimentar exclusivamente dos produtos que comercializa.