TJ-SP suspende atividades na arena de rodeios de Barretos

 

     SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou a suspensão das atividades no estádio de rodeios de Barretos, a 427 km de São Paulo. De acordo com o TJ, a liminar vai vigorar enquanto não forem tomadas as medidas para conter a superlotação da arena, onde se realiza a Festa do Peão, que reuniu neste ano 850 mil pessoas em 11 dias. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

A ação proposta pelo Ministério Público é baseada no Código de Defesa do Consumidor e foi motivada por tumultos registrados na edição deste ano. O promotor de Justiça do Consumidor, Fernando Célio de Brito Nogueira, observa que houve excesso de público. O maior público foi registrado no dia 28 de agosto: 150 mil pagantes. À noite, 1,5 mil pessoas que tinham ingressos não conseguiram assistir aos shows.

O Clube Os Independentes, organizador da Festa do Peão de Barretos, deverá também formalizar acordo com a Promotoria do Consumidor na ação civil pública, para adotar medidas técnicas que melhorem a segurança no estádio e para reparar consumidores.