Justiça suspende licitação de concurso dos Correios

      BRASÍLIA - A Justiça Federal de Brasília suspendeu o processo de contratação de empresa para aplicar as provas do concurso público nacional dos Correios. Segundo comunicado da empresa, a sustação veio por meio de liminar proferida pelo juiz federal substituto Paulo Ricardo de Souza Cruz. De acordo com a nota, a companhia já está tomando providências para manter o cronograma do concurso e "garantir a continuidade do processo".

 

A prova objetiva estava prevista para dia 28 de novembro. A empresa escolhida para organizar a realização dos exames é a Fundação Cesgranrio, com sede no Rio de Janeiro.