Polícia mata dois suspeitos de tráfico durante tiroteio em Salvador

     SALVADOR - Dois homens suspeitos de tráfico de drogas foram mortos na noite de sexta-feira em uma suposta troca de tiros com agentes da Polícia Civil no bairro da Liberdade, em Salvador (BA). Com isso, subiu para cinco o número de pessoas mortas somente esta semana por policiais na capital baiana, das quais três eram reconhecidamente inocentes e não possuíam antecedentes criminais.

De acordo com agentes policiais, as duas mortes da sexta-feira aconteceram durante a investigação de uma denúncia sobre um grupo de seis homens armados, que seriam envolvidos com o tráfico de drogas. O grupo circulava por uma das principais avenidas da Liberdade, um dos mais populosos bairros de Salvador. Uma equipe da polícia chegou ao local e teria constatado a veracidade da denúncia, passando a perseguir o grupo, quando, então teria havido o tiroteio.

Gleidson de Souza Ribeiro, 19 anos, e Hugo Renato dos Santos Guimarães, 29 anos, foram baleados e morreram quando eram encaminhados para o hospital. Os outros quatro suspeitos conseguiram fugir. Ainda segundo os agentes, os dois mortos tinham passagem pela polícia por tráfico de drogas e eram conhecidos por praticar roubos no bairro.

Nesta semana, a polícia baiana havia sido acusada de executar três inocentes durante abordagens. Na segunda-feira, dois jovens músicos foram mortos durante uma blitz no bairro Alto do Coqueirinho, na capital baiana. Na quarta-feira, um catador de latas foi morto a tiros na frente de casa em uma operação feita por policiais no bairro de Engomadeira, periferia da cidade. Nenhuma vítima tinha passagem pela polícia. Todos os casos estão sob investigação.