Quércia deixa hospital após mais de um mês internado em São Paulo

O ex-candidato do PMDB ao Senado, Orestes Quércia, foi liberado na última quarta-feira do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Ele estava internado desde o dia 1º de setembro. Em nota naquela data, ele divulgou que "nos últimos dias, por motivo de saúde, tenho tido impossibilidade para viajar em campanha pelo Estado, juntamente com o governador (eleito de São Paulo, Geraldo) Alckmin e demais companheiros".

Na nota oficial, o peemedebista de 72 anos não explicitou o motivo exato que o retirou dos eventos de rua nesta campanha. Após renunciar à disputa ao Senado, ele declarou apoio a Aloysio Nunes (PSDB), que venceu a disputa em São Paulo.

Uma nota sobre o estado de saúde do ex-governador de São Paulo deve ser divulgada nesta sexta-feira pelo Hospital Sírio-Libanês.