Governo de São Paulo amplia 'bico oficial' de PMs

      SÃO PAULO - O governo do Estado de São Paulo estaria ampliando a contratação de policiais militares nos chamados "bicos oficiais", quando os policiais trabalham em horário de folga para o próprio poder público, segundo informa reportagem divulgada pelo jornal Folha de São Paulo nesta quinta-feira. O objetivo, segundo a reportagem, seria criar "bolsões de segurança" em várias regiões da capital e do interior, com o reforço do policiamento. Atualmente, 14 regiões da cidade, entre elas a 25 de Março e a Avenida Paulista, tiveram o policiamento reforçado. Até o final do ano, deverão ser 20.

A Secretaria da Segurança Pública teria afirmado, segundo a reportagem, que, por conta da chamada "atividade delegada", o total de furtos caiu até 70% em algumas regiões, caso da 25 de Março. Por regra, um PM trabalha 12 horas seguidas e folga 36, com salário inicial de R$ 1.800. No "bico oficial", poderia trabalhar até 96 horas por mês, ganhando R$ 1.200 a mais, informa o jornal.