Em São Paulo pesquisa aponta que 69% dos inadimplentes têm dois ou mais carnês em atraso

Uma pesquisa divulgada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), sobre o perfil dos inadimplentes na capital paulista, mostrou que 69% dos consumidores têm dois ou mais carnês em atraso. O levantamento aponta que a maior incidência do atraso no pagamento de prestações ocorre entre as pessoas que ganham entre um e três salários mínimos (55% do total), entre as mulheres (52% do total) e entre aqueles na faixa etária dos 21 aos 40 anos (70%).
De acordo com a pesquisa, o carnê de loja é o meio preferido pelo consumidor para fazer suas compras a crédito (31% do total disseram preferir os carnês), seguido pelo cheque (24%), o cartão de crédito (19%), o cartão da loja (14%) e os empréstimos bancários (12%).
Um dos motivos mais citados para a inadimplência foi o desemprego. Metade dos entrevistados atribuiu à falta de emprego de alguém da família como a razão para o atraso das prestações. Para quitar suas dívidas, os entrevistados dizem estar contando com a ajuda dos amigos (15% do total) e que se esforçam para cortar gastos (73%).
A pesquisa da ACSP foi feita com 950 consumidores que buscaram informações no balcão de atendimento do Serviço de Proteção ao Crédito, na capital paulita, durante o mês de setembro.