Morre mulher queimada em incêndio em casa; ex é suspeito

Morreu por volta das 6h30 desta segunda-feira no Hospital Estadual Pedro II, no Rio, uma mulher que teve 90% do corpo queimado no dia 21 de setembro em um incêndio no apartamento onde morava, em Marechal Hermes. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, Érica Amparo Pinheiro, 34 anos, teve falência múltiplas dos órgãos. Ela estava internada desde o dia em que sofreu as queimaduras. O principal suspeito pelo incêndio é o ex-companheiro Luiz Carlos Augusto Ermida, 54 anos.

Na madrugada do dia 20 para 21 de setembro, a polícia do Rio prendeu o suspeito de atear fogo em Érica e provocar o incêndio. As chamas destruíram o imóvel onde ela morava.

De acordo com 28ª DP (Campinho), Luiz responderá por homicídio qualificado. Se condenado, pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Com informações de O Dia online.