PE: PF prende duas pessoas que levavam remédios controlados para presídios

     RECIFE - A Polícia Federal prendeu duas pessoas que faziam parte de um esquema que levava remédios controlados sem receita médica para dentro de presídios de Pernambuco. De acordo com a polícia, os remédios eram misturados com crack e usados como drogas.

Uma vendedora de 43 anos foi presa logo depois de sair de uma farmácia localizada no centro de Olinda. Lá, ela comprou sem receita médica 1,2 mil comprimidos de Artane (medicamento indicado para pacientes que sofrem de Mal de Parkison, que provoca relaxamento da musculatura, mas que em doses elevadas pode provocar alucinações). Além da mulher, o gerente do estabelecimento, um homem de 57 anos, também foi preso no local.

Eles foram autuados por tráfico de entorpecentes e associação ao tráfico. Além disso, todos os medicamentos controlados da farmácia foram apreendidos. O caso era investigado há dois meses pela polícia.