Funai restringe entrada em terra indígena de Mato Grosso

A Fundação Nacional do Índio (Funai) restringiu, a partir desta quarta-feira, a entrada e permanência de pessoas estranhas na Terra Índigena Piripkura, localizada nos municípios de Colniza e Rondolândia, em Mato Grosso. A decisão tem por objetivo proteger os índios isolados do contato com grupos sociais que possam transmitir doenças.

Durante um prazo de dois anos, a contar desta quarta-feira, só poderão ingressar, locomover-se e permanecer na área pessoas autorizadas pela Coordenação Geral de Índios Isolados (CGII). Para essa autorização será exigida uma declaração da Funai se isentando de danos sofridos pelos interessados.

A medida é dirigida principalmente a não índios que se movimentam pela região e que podem comprometer a permanência das comunidades indígenas isolados.