Menina está desaparecida em favela que pegou fogo em SP

       SÃO PAULO - Um incêndio de grandes proporções ainda atinge a favela Real Parque, próximo à Marginal Pinheiros, na Zona Sul de São Paulo. Com 17 caminhões, os bombeiros combatem as chamas no local. De acordo com a corporação, o vento ajuda o fogo a se alastrar e atrapalha os trabalhos. Segundo a Defesa Civil, uma menina de 7 anos está desaparecida e foi registrada uma vítima leve, que caiu do telhado ao tentar escapar do fogo.

Ainda de acordo com os Bombeiros, o fogo começou por volta das 9h20. Os moradores tentam salvar seus pertences. Segundo o capitão dos Bombeiros Jean Leite, "a geografia do local dificulta o combate ao incêndio". Um helicóptero águia da Polícia Militar e a Defesa Civil auxiliam os trabalhos.

A moradora Carine Araújo Reis, 16 anos, relatou que quando viu o fogo, saiu correndo e tentou encontrar seus quatro irmãos. Ela teve a informação de que crianças estavam sendo levada para uma creche em um local da favela que não foi atingido.

Segundo o segurança José Ronaldo dos Santos Silva, 30 anos, que também mora na favela, o incêndio se intensificou rapidamente. "Foi um horror, as pessoas que vêm pela TV não sentem na pele o que é incêndio na favela", afirmou. A doméstica Cristina Aparecida dos Santos, 38 anos, afirmou que por volta de 3h30, houve um outro incêndio do lado de onde ela mora por conta de uma vela acendida por uma criança, já que houve falta de energia elétrica, mas os bombeiros não chegaram a tempo e os moradores contiveram as chamas.

"Uma mãe com quatro filhos perdeu tudo, foi uma cena desesperadora", disse. Segundo ela, a parte da vila onde está ocorrendo o incêndio, está sem abastecimento de água, o que impediu os moradores de tentarem apagar o fogo.

Moradores do conjunto Cingapura, ao lado da favela, foram obrigados a deixar os apartamentos. O trânsito na Marginal Pinheiros foi prejudicado. Por volta das 11h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, com quatro motos, uma unidade básica e uma avançada, com um médico.

Trânsito na Marginal Pinheiros

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), toda a pista local da Marginal Pinheiros foi interditada no sentido Interlagos, próximo da ponte Engenheiro Ary Torres, para facilitar o trabalho dos Bombeiros. A CET montou um desvio pela pista expressa.