Bahia é o estado com maior número de gays assassinados, diz estudo

SALVADOR - Um estudo apresentado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) mostra que o estado registra o maior número de casos de assassinatos de homossexuais no Brasil. Somente em 2009, 25 teriam sido mortos. Até agosto deste ano, outros 14 gays foram assassinados. A pesquisa aponta também que o Brasil é o líder mundial no ranking de crimes contra homossexuais. Somente em 2009, haviam sido registrados 199 homicídios. Até agosto deste ano, foram 138 mortes. Para o coordenador do GGB, Marcelo Cerqueira, a dificuldade em solucionar os crimes contra gays está ligada à clandestinidade. Como muitos temem se expor, acabam se cercando de segredos que dificultam qualquer tipo de investigação policial. Polícia enfrenta dificuldade O delegado-geral da polícia baiana, Joselito Bispo, diz que a polícia tenta estabelecer uma lista de suspeitos, mas isso pode ser dificultado geralmente pelo número de pessoas com quem as vítimas costumam se relacionar. Bispo considera que, diante de muitas mudanças de parceiros das vítimas, as pessoas deixam de notar quando alguém diferente chega em suas residências.