Suspeito de queimar quatro pessoas na Bahia é espancado na cadeia

 

Detentos da carceragem da delegacia de Teixeira de Freitas (BA) espancaram nesta quarta-feira o suspeito de ser o autor de um incêndio que matou quatro pessoas em Alcobaça (821 km de Salvador) na noite de domingo. O pescador Jeová Jesus da Cruz, 22 anos, que confessou ser o autor do incêndio, ficou com o rosto machucado, mas não corre risco de vida.

Jeová confessou ser o autor do incêndio que matou Rogervana Miranda de Almeida, 22 anos; Maria Júlia Miranda de Almeida, 2 anos; Carolina Miranda da Silva, 14 anos; e Brenda Miranda da Silva, 10 anos. Ele está detido desde segunda-feira e teria cometido o crime por não aceitar o fim do namoro com Rogervana.

Policiais civis de plantão perceberam o tumulto na carceragem, separaram os presos da briga e mandaram Jeová para o hospital. Após receber atendimento, o detento voltou pra cadeia, mas em cela separada. Ele já tinha sido ameaçado de morte em Alcobaça, motivo pelo qual foi transferido para Teixeira de Freitas