Justiça de Mato Grosso do Sul afasta prefeito de Dourados do cargo

De acordo com o Ministério Público Estadual, o pedido de afastamento foi feito porque, durante as investigações, Ari Valdecir Artuzi teria interferido na produção de provas.

O desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte aceitou o pedido de afastamento, ressaltando que apesar do prefeito estar preso, preventivamente, a medida pode ser revogada a qualquer momento. Segundo o desembargador, a sua permanência à frente da Prefeitura Municipal de Dourados afronta a logicidade diante de todas as acusações existentes, bem como dos vídeos divulgados em rede nacional, mostrando o recebimento de quantias em dinheiro.