RS: polícia faz apreensão recorde de 350 kg de cocaína e crack

Portal Terra

RIO GRANDE DO SUL - A Polícia Civil do Rio Grande do Sul apreendeu nesta terça-feira cerca de 350 kg de drogas em Mariana Pimentel. As substâncias, principalmente cocaína e crack, estavam escondidas em oito tonéis de plástico enterrados em uma fazenda. Duas pessoas foram presas durante a operação, batizada de Moby Dick. A apreensão é recorde na história da Polícia Civil gaúcha, de acordo com a corporação.

De acordo com o Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), a droga vinha da Bolívia e era reprocessada no sítio, com a adição de substâncias como cafeína e codeína. Depois, a droga era distribuída em Porto Alegre e região metropolitana.

As investigações do Denarc duraram três meses. Hoje, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em seis locais. Em São Leopoldo, Edenílson Rebelo da Silveira, conhecido como Baleia, foi preso com duas pistolas calibre 380, uma delas com numeração raspada. Conforme o Denarc, ele já foi preso por tráfico de drogas. Em Mariana Pimentel, o homem apontado como responsável pelo laboratório, Claudio Felix da Silva, também foi preso.