Médicos-residentes avaliam nova proposta do governo

Agência Brasil

BRASÍLIA - Médicos-residentes, em greve desde o dia 17 de agosto, promovem hoje assembleias em todo o país para avaliar a nova proposta de reajuste oferecida pelo governo federal.

Na terça-feira, a direção da Associação Nacional de Médicos- Residentes (ANMR) e a Comissão Nacional de Greve obtiveram o compromisso dos ministros da Saúde, José Gomes Temporão, e da Educação, Fernando Haddad, de correção de 22% na bolsa-auxílio, atualmente em R$ 1.916,45, e a negociação das demais reivindicações em um grupo interministerial.