Corpos de nove vítimas de naufrágio serão enterradas hoje na BA

Portal Terra

SALVADOR - O enterro dos corpos de nove crianças mortas em um naufrágio no lago de Sobradinho, no interior da Bahia, será realizado na manhã desta quarta-feira no cemitério municipal de Pilão Arcado, a 740 km de Salvador (BA). As outras duas crianças mortas no acidente, Matias Souza Mangueira, 5 anos, e Marcus Vinícius Souza Mangueira, 6 anos, foram enterradas em um cemitério no povoado de Nova Holanda, que fica a 180 km de Pilão Arcado.

O sepultamento, que aconteceria na última terça-feira, foi adiado porque Elenildo Moreira Falcão, pai de cinco das crianças mortas (Pablo, Íris Vitória, Lindinês, Tarcísio e Jucicarla Ferreira Lacerda) e Lucinéia Ferreira de Souza, mãe de Rian Lacerda, que também morreu no acidente, chegaram ao município ontem à noite, vindos de São Paulo.

Na noite do último domingo, um barco - conhecido como "rabeta" - com 18 pessoas a bordo, a maioria da mesma família, virou nas águas do lago de Sobradinho, na altura do povoado de Alto do Galvão, região de Pilão Arcado.

Ao todo, 11 crianças morreram no acidente: Íris Vitória Ferreira Lacerda, 1 ano e 8 meses, Ézio Carlos Teixeira Lacerda Sobrinho, 1 ano e 11 meses, Pablo Ferreira Lacerda, 8 anos, Lindinês Ferreira Lacerda, 16 anos, Marcos Vinicius Souza Mangueira, 6 anos, Rian Lacerda, 6 anos, Cauã Lacerda, 5 anos, Tarcísio Lacerda, 6 anos, Jackson Lacerda, 11 anos, Matias Souza Mangueira, 5 anos, e Jucicarla Ferreira Lacerda, 11 anos. Sete pessoas sobreviveram ao acidente, entre elas uma criança de 10 anos.

De acordo com o titular da delegacia da cidade, Arnóbio Dionísio Soares, o barco tinha capacidade para conduzir apenas três pessoas - ou até seis no caso de não carregar objetos pesados.