Prefeito cassado ameaça de morte juiz federal

Luiz Orlando Carneiro, Jornal do Brasil

BRASÍLIA - O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe),Gabriel Wedy, vai solicitar ao Ministério da Justiça e à Polícia Federal proteção para mais um magistrado ameaçado de morte. Desta vez a ameaça foi feita, num comício, pelo prefeito do município piauiense de José de Freitas, Robert de Almendra Freitas, ao juiz Marcelo Carvalho Cavalcante de Oliveira, que atua no Tribunal Regional Eleitoral.

Na semana passada, Almendra Freitas, acusado de compra de votos na eleição de 2008, teve o seu mandato cassado pelo TRE-PI, por 5 votos a zero. O juiz federal publicamente ameaçado foi o relator do processo.

- Está virando rotina exclamou o presidente da Ajufe. - A situação dos magistrados federais é grave. Foram três atentados e, agora, esta ameaça de morte a um juiz federal, em menos de 30 dias. Estamos preocupados, e os projetos de lei que visam à proteção do juiz não são aprovados no Congresso. Esse prefeito que fez a ameaça cometeu um crime, e deve ser punido. Ele não vive mais no Brasil Colônia, mas num Estado democrático de direito.

O discurso do prefeito piuauiense, pronunciado num bairro de José de Freitas, na última sexta-feira, foi gravado por um jovem, cujo nome é mantido em sigilo. O prefeito cassado não só ameaçou caçar os responsáveis pela cassação do seu mandato, mas também comparou a sua guerra àquela em que mataram uma pancada de judeus .

O secretário-geral da Ajufe, José Carlos Machado Júnior, embarca nesta quinta-feira (16) para o Piauí, a fim de prestar solidariedade ao juiz Marcelo Cavalcante de Oliveira.