Ministro da CGU diz que corrupção hoje é 'rotineira'

Portal Terra

BRASÍLIA - Fraude em licitações, superfaturamento, desvio de dinheiro público. Isso é rotineiro, segundo o Ministro da Corregedoria Geral da União, Jorge Hage. "Identificamos tudo daquilo que hoje é rotineiro", afirmou o ministro em entrevista ao Terra.

Segundo ele, o caso de corrupção em Brasília foi a única vez em que um esquema de corrupção de tamanha proporção foi descoberto pela polícia antes da Operação Mãos Limpas. "Um caso assim antes desse só me traz à memória o caso de Brasília", disse ele. Hage ainda afirmou que as investigações desvendaram parte por parte do esquema. "No fim descobrimos que eram organizações criminosas com tentáculos espalhados nos mais diversos órgãos".