PF faz operação para apreender produtos importados ilegalmente

Agência Brasil

CUIABÁ - A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram nesta terça-feira a operação Ágora, em Cuiabá, capital do Mato Grosso. A finalidade é apreender produtos importados irregularmente. Segundo informou a Receita, em Brasília, a operação tem como objetivo cumprir 34 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Mato Grosso, em bancas do shopping popular localizado na Avenida Beira Rio, na capital mato-grossense.

A Receita Federal quer descobrir quais bancas comercializam produtos importados de maneira ilegal, configurando contrabando e descaminho, com sonegação fiscal e pirataria.

Comunicado conjunto da Receita Federal e da Polícia Federal informa que a operação conta com a participação de 55 servidores do Fisco e 60 policiais federais. Os volumes apreendidos serão levados para o depósito da Receita Federal em Cuiabá.

Os proprietários das mercadorias terão a chance de provar se os produtos são legais ao apresentarem a documentação fiscal que comprovem a importação das mercadorias. Se não houver comprovação da legalidade de comércio desses produtos, haverá apreensão dos produtos e os casos serão encaminhados ao Ministério Público Federal, além da abertura de inquérito policial na Polícia Federal.