Médicos-residentes fazem novas assembleias

Agência Brasil

BRASÍLIA - Os médicos-residentes fazem assembleias em todo o país para avaliar os impactos da greve e discutir a proposta do governo de um reajuste de 20% sobre o valor da bolsa-auxílio, hoje em R$ 1.916,45. Os residentes querem reajuste de 38,7%.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse na semana passada que compreende a reivindicação, mas lembrou que a greve prejudica o atendimento e compromete a formação dos estudantes. A Associação Nacional dos Médicos-Residentes estima em 90% a adesão da categoria ao movimento, iniciado há uma semana.

Para amanhã, está programada a Caminhada Nacional pela Residência Médica, com paralisações em vários locais e Dia de Doação de Sangue pela Saúde Pública.