RS: Polícia apreende novos documentos por fraude em cursos

Portal Terra

PORTO ALEGRE - A Polícia Civil realiza na manhã desta terça-feira, através da Delegacia Fazendária do Deic, a segunda etapa da Operação Legislatur, com o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão, no Rio Grande do Sul e no Paraná.

Participam da Operação oito delegados e 35 agentes da Polícia Civil, em 14 viaturas. De acordo com a polícia, a operação acontece nos municípios de Dr. Maurício Cardoso, Humaitá, Santo Augusto, Estância Velha, Porto Alegre e na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. Segundo a delegada Vanessa Pitrez Corrêa, diretora da DAE-Deic, o objetivo da ação é buscar elementos para a comprovação de denúncias.

A investigação policial teve origem no dia 3 de agosto quando um jornalista trouxe para a Polícia Civil a denúncia sobre vereadores e servidores de Triunfo, General Câmara e Dom Pedro de Alcân. Os suspeitos estariam recebendo diárias do Poder Público para participar de cursos em cidades turísticas do Brasil, sem efetiva participação em tais eventos, recebendo, no entanto, diploma certificando o cumprimento da carga horária.

Nas três casas legislativas foram apreendidos vários documentos que serão analisados pela Delegacia Fazendária. Os trabalhos foram coordenados em Triunfo pelo delegado de Polícia Rodrigo Bozzetto. Em General Câmara, pelo delegado de Polícia Bolivar Llantada; e, em Dom Pedro de Alcântara, pelo delegado de Polícia Emerson Wendt. Ainda, na Câmara de Vereadores de Triunfo o trabalho policial foi acompanhado por Auditores do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE).