PF prende cinco suspeitos e encontra 13,4 kg de drogas em Recife

Portal Terra

RECIFE - A Polícia Federal em Pernambuco prendeu cinco suspeitos de tráfico de drogas. Durante a operação que levou às detenções, a PF apreendeu 10,3 kg de crack e 3,1 kg de pasta base de cocaína.

Após dez dias de investigações, os agentes prenderam Michael Sans de Oliveira, 22 anos, João Monteiro de Oliveira, 56 anos, Claudemir Henrique, 31 anos, Antonio Rodrigues Lopes Filho, 53 anos, e Eduardo de Albuquerque Rochas, 42 anos. Apenas Lopes Filho tinha antecedentes criminais, também por tráfico de entorpecentes.

Através do monitoramento dos suspeitos, a PF descobriu que Lopes Filho e Henrique desembarcaram em Recife no dia 14, por volta das 20h. Apesar da checagem minuciosa de agentes federais, que submeteram as suas bagagens ao aparelho de raios-x, nada foi encontrado. Ainda assim, conforme a assessoria da PF, eles continuaram sendo monitorados em uma pousada de Porto de Galinhas.

Na terça, Michael e João de Oliveira, pai e filho, chegaram ao local em um Volkswagen Fox, no mesmo momento em que um Gol trazia diversos funcionários com mantimentos para a pousada. Os agentes federais iniciaram a abordagem imediatamente, revistando até mesmo o dono da pousada, Rochas. Após uma vistoria minuciosa, a PF encontrou três tabletes de pasta base de cocaína no Fox.

O carro foi encaminhado à sede da PF em Recife onde, após nova revista foram achados dez tijolos, que totalizaram 10,3 kg. Conforme os agentes, seria possível fazer 40 mil pedras com o material. Os tabletes eram identificados com um adesivo com a "marca" Leon, indicando que o material é proveniente de outro país.

Além da droga e dos veículos, também foram apreendidos um computador, sete celulares, vários comprovantes de depósitos bancários em nome de várias pessoas que ultrapassam os R$ 950 mil, além de uma carteira de identidade falsa em nome de Rocha.

Conforme a assessoria da PF, esta é a 20ª apreensão de drogas realizada pelos agentes em Recife. Até o momento, 48 pessoas foram presas por tráfico. A quantidade de material entorpecente apreendida totaliza 56 kg de pasta base, 15,3 kg de crack, 10,1 kg de cocaína e 465 kg de maconha.