PE: Jarbas Vasconcelos diz que governo de Campos é "virtual"

Ed Ruas, Portal Terra

RECIFE, PERNAMBUCO - O senador e candidato ao governo, Jarbas Vasconcelos (PMDB) disse, nesta segunda-feira (9), que o governo do principal adversário, Eduardo Campos (PSB) é um governo "virtual" e "agarrado na publicidade". Em entrevista à rádio JC/CBN, o parlamentar também rebateu a declaração do governador que disse estar "colhendo o que plantou", com relação ao apoio que está recebendo de integrantes de partidos de oposição. "Ele está colhendo o que nunca plantou. É um governo agarrado na publicidade, muito midiático, virtual. Ele poderia ter feito muito mais pelo Estado. Mas ele não peita, nem enfrentou Lula", avaliou Vasconcelos enfatizando que obras do governo federal no Estado ainda continuam em fase de terraplanagem.

Vasconcelos também falou sobre a declaração de Campos sobre estar preparado para possíveis "baixarias" durante a campanha. "Não sei por que ele está falando tanto disso. Ele espera. E eu? Não espero? Sou eu o agressor?", questionou o senador. Mas, durante a entrevista, não descartou a possibilidade de utilizar em sua propaganda partidária a investigação sobre possíveis "eventos fantasma", realizados pela Secretaria de Turismo do Estado.

Mais uma vez, Vasconcelos chamou a atenção para os problemas deixados pelo ex-governador Miguel Arraes, falecido avô de Campos a quem sucedeu em 1999. "Quando assumi, o Estado devia a Deus e ao mundo. O governador quer humilhar e acabar com a oposição. O povo não gosta disso, dessa posição prepotente", alfinetou.

A expectativa da oposição é de melhorar os percentuais de intenções de voto a partido do guia eleitoral. Jarbas Vasconcelos tem 6 minutos e 35 segundos para apresentar suas propostas ao eleitor, apenas dez segundos a menos que Eduardo Campos.