Novo desabamento em casa irregular mata quatro pessoas na Bahia

JB Online

SALVADOR - Um mês depois da ocorrência de dois grandes desabamentos em Salvador, nos quais morreram quatro pessoas, uma nova tragédia aconteceu na madrugada desta terça-feira. Um casarão desabou no centro comercial da capital baiana, matando quatro moradores. Três pessoas escaparam com vida.

O imóvel desmoronou depois de ser atingido pelo telhado de um casarão vizinho. Equipes do Corpo de Bombeiros, Central das Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel) e Defesa Civil estão no local. Dos quatro mortos, apenas dois foram identificados até agora. Alberto César Santos Silva, 41 anos e Bárbara Jéssica Garcia da Silva, 24 anos. As outras vítimas são um homem e uma mulher.

O imóvel de quatro cômodos era ocupado por pessoas que trabalhavam com reciclagem. Entre elas, Cícera Patrícia da Silva, que foi retirada dos escombros pelos agentes do Corpo de Bombeiros. Raimundo Souza das Neves de Jesus e Jorge Almeida Santos Castro, que também residiam no imóvel, escaparam sem ferimentos.

A Coordenadoria de Defesa Civil de Salvador (Codesal) avalia a possibilidade de interditar o trânsito na região onde ocorreu o desabamento, porque há outros imóveis com risco de desabar. A residência que caiu já tinha sido interditada por engenheiros da Codesal.

O engenheiro da Defesa Civil, Aroaldo Rodrigues, ainda não concluiu o laudo sobre o desabamento, mas informou que a provável causa do sinistro foi construção irregular e falta de conservação. Os moradores do casarão, que escaparam do desabamento com vida, encontram-se no local para tentar evitar que seus objetos pessoais e equipamento de trabalho sejam roubados.

Informações do Portal Terra