Jarbas Vasconcelos: "Lula se vangloria de não querer estudar"

Ed Ruas, Portal Terra

RECIFE - O senador e candidato ao governo Jarbas Vasconcelos (PMDB) ignorou, mais uma vez, a popularidade de Lula em Pernambuco e não poupou críticas ao presidente, em entrevista à Rádio JC/CBN, nesta segunda-feira (9). "Lula é um líder popular, mas sem embasamento cultural e doméstico. Educação você consegue por dois caminhos: ou você trás do berço ou você vai atrás dela, começa a trabalhar para pagar sua educação. Lula desprezou os dois meios e se vangloria de não querer estudar", avaliou o parlamentar.

A declaração de Jarbas Vasconcelos foi cunhada no questionamento sobre o comportamento de alguns candidatos diante da popularidade de Lula. "Lula criou essa escola que está robusta, onde ele pode tudo. Pode ofender a Suprema Corte, pode deixar acuado o Tribunal de Contas da União e a imprensa não vale nada. Não vou deixar de criticar Lula. Tenho a consciência do que estou fazendo com a minha vida política, não posso chegar aqui e dizer que Lula é bom", explicou o candidato.

Jarbas Vasconcelos negou ter aceitado ser candidato por pressão do aliado e presidenciável José Serra (PSDB) e enfatizou que "não escondo Serra e falo dele em todo lugar". Apesar dos problemas com a falta de apoio do PSDB no Estado, o parlamentar apontou o governador e candidato à reeleição Eduardo Campos (PSB) como responsável pela debandada de tucanos de seu palanque.

Vasconcelos levantou dúvidas quanto aos meios de "cooptação" que Eduardo Campos utilizou para atrair lideranças, a exemplo do ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB). "Não sei se foi só em troca de obras", disse o senador sem querer detalhar mais a frase. Campos lidera as pesquisas de intenção de votos no estado com uma diferença em torno de 30 pontos percentuais para Vasconcelos, o segundo coloc

ndo colocado.