Homem pega 21 anos por matar mãe e enterrar no jardim no DF

Portal Terra

S O SEBASTI O - O Tribunal do Júri de São Sebastião, no Distrito Federal, condenou a 21 anos e seis meses de prisão Anderson Ferreira da Silva, 26 anos, acusado de matar a própria mãe e enterrá-la no jardim de inverno de casa. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira e não deve haver recurso nem pela acusação, nem pela defesa, segundo informações do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

O homem foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e ocultação de cadáver. A seu favor, os membros do júri consideraram a confissão espontânea. Silva afirmou ter matado a mãe a golpes de martelo após uma discussão sobre o volume do som da televisão.

O réu já estava preso preventivamente e será mantido. Segundo a sentença, "as circunstâncias dos delitos, a motivação, o parentesco com a vítima e a personalidade do réu apontam a presença de indícios concretos de sua periculosidade, fundamento suficiente para a manutenção de sua prisão para a garantia da ordem pública".