Bancada petista quer investigação de denúncia contra Roriz

Claudia Andrade, Portal Terra

BRASÍLIA - A bancada do PT na Câmara Legislativa do Distrito Federal entrou com uma representação no Ministério Público do DF e territórios solicitando que seja investigada denúncia contra o candidato ao governo Joaquim Roriz (PSC).

A solicitação foi feita à procuradora-geral, Eunice Carvalhido, com base em uma reportagem da revista Veja que acusa o candidato de pagar propina a um suposto "laranja". A assessoria do ex-governador Roriz informou que os advogados do candidato entrarão com processo contra a publicação e classificou a denúncia de "vazia".

Líder nas pesquisas de intenção de voto ao governo do Distrito Federal, Joaquim Roriz teve seu registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral na última semana. Como ainda cabe recurso, ele poderá dar continuidade a sua campanha participando, inclusive, do horário eleitoral gratuito. O primeiro recurso, no mesmo TRE-DF, deverá ser apreciado nesta terça-feira (10).

A decisão do TRE-DF, por 4 votos a 2, foi tomada a partir de impugnação apresentada pelo Ministério Público Eleitoral, o Psol e o candidato a distrital pelo PV Júlio Cárdia. A renúncia de Roriz ao cargo de senador, em 2007, para escapar de um processo por quebra de decoro parlamentar, foi a alegação para as impugnações, uma vez que a situação está prevista na Lei da Ficha Limpa como passível de inelegibilidade. O MPE também apontou uma pendência com a Justiça Eleitoral, pelo não pagamento de uma multa de R$ 5 mil por propaganda antecipada.