Acidente com motorista alcoolizado deixa 2 mortos em MG

Ney Rubens, Portal Terra

BELO HORIZONTE - Duas pessoas morreram em um acidente na madrugada desta segunda-feira em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Segundo a Polícia Militar, o motorista que teria provocado o acidente estaria embriagado. "O exame de bafômetro acusou 0,97 mg de álcool por litro de ar expelido", disse o cabo da PM João Rodrigues Caetano.

Wanderson Golçalves dos Santos, 34 anos, disse que dirigia o carro de um amigo que também estava no veículo. Eles e Tatiane Aparecida Gomes, 22 anos, seguiam para uma festa no centro da cidade quando o carro entrou na contramão e bateu na moto que era pilotada por Gilson Soares de Oliveira Júnior, 22 anos, que morreu na hora. O carro só foi parar alguns metros à frente, quando bateu em um muro. Tatiane, que estava no banco de trás do veículo, ficou presa nas ferragens e também morreu no local.

"Ele (Santos) não resistiu à prisão e confessou ter bebido quatro latinhas de cerveja", disse o militar. O carro e a motocicleta ficaram completamente destruídos. O motorista e o amigo foram presos e levados para a delegacia de Lagoa Santa, onde estão à disposição da Polícia Civil.

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, não é permitido dirigir sob a influência de qualquer concentração de álcool no sangue, porém, existe uma margem de tolerância de 2 dg de álcool/l de sangue ou 0,1 mg de álcool/l de ar expirado. Acima disso, o condutor está sujeito à multa, suspensão do direito de dirigir por um ano e retenção do veículo. Se for constatada concentração de álcool igual ou superior a 6 dg álcool/l de sangue ou 0,3 mg de álcool/l de ar expirado (o equivalente a três tulipas de chope), o condutor cometerá um crime passível de punição com detenção de seis meses a três anos, multa e perda do direito de dirigir.