PE: vereador do PT pede votos para Eduardo Campos e Guerra

Ed Ruas, Portal Terra

RECIFE - Na primeira caminhada realizada pelo governador e candidato à reeleição, Eduardo Campos (PSB), na comunidade Ilha de Deus, no Recife, um carro chamou a atenção pela publicidade política que ostentava. Na parte traseira do veículo, o adesivo mostrava o apoio a Campos e os dois candidatos ao Senado da chapa, Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro Neto (PTB). Mas, na lateral do carro o voto declarado era para o presidente nacional do PSDB e candidato a deputado federal, senador Sérgio Guerra. O autor da "façanha" é o vereador petista, Romeu Ataíde, conhecido como Romeu do Povo, do município de Vicência, a 87 km do Recife.

Durante o ato, Romeu do Povo, ao perceber o espanto da imprensa escondeu-se dos repórteres. Mas em conversa com a reportagem do Terra, por telefone, o petista que chegou a dizer que o carro era do seu filho e que votava em um candidato do PT. No entanto, no meio da conversa admitiu ser cabo eleitoral do líder tucano na cidade. "Rapaz... Eu voto em Sérgio Guerra. Ele filho de Vicência e voto nele desde a primeira eleição, em 1982. E ele foi do PSB", justificou.

O vereador Romeu do Povo disse ainda não ter problema algum em dividir seus votos. "Voto em Eduardo, Humberto e Armando. E pra federal voto em Sérgio. Não tenho o que negar não... Não tô matando e nem roubando ninguém. É um cara que sempre votei e não agora que vou deixar de votar", avaliou o petista.

E rindo muito, já no final da entrevista, o vereador brincou com a situação. "Vocês (imprensa) correram pra o carro, com as câmeras. Assustaram o motorista... Ele deu uma carreira arretada", recordou Romeu.