Tempo fica instável no Nordeste e ar continua seco no Centro-Oeste

Portal Terra

SÃO PAULO - Uma frente fria avança ao largo da costa do Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira, e deixa o tempo carregado no centro-sul do estado. Segundo a Climatempo, o ar seco que cobre grande parte de Santa Catarina, do Paraná e do Sudeste bloqueia o avanço e desvia para o mar esse sistema frontal. Não se descarta chuva e vento fortes ao longo desta sexta-feira no Rio Grande do Sul.

No litoral da Bahia, uma outra frente fria deixa o tempo instável. Já entre o Sergipe e a Paraíba é a umidade que o vento traz do mar que reforça a instabilidade.

Na região Sudeste, o ar seco predomina. No leste de São Paulo, onde estão a capital e o vale do Paraíba, no Estado do Rio de Janeiro e na zona da mata mineira, o dia amanhece com nevoeiro e sol aparece antes do fim da manhã. O norte do Espírito Santo ainda pode ter chuva rápida. As demais áreas do Sudeste têm bastante sol e não chove. Há condições para geada na Serra da Mantiqueira.

Na região Norte, o tempo fica seco e com sol forte em todo o Acre, no sul do Amazonas, no centro-sul do Pará e no Tocantins, onde a umidade do ar pode baixar a 20% à tarde. O ar seco impede a ocorrência de chuva. No norte do Amazonas e do Pará, o sol aparece forte e ocorrem pancadas de chuva a partir da tarde. Em Roraima e no Amapá, as pancadas de chuva são mais frequentes e intercaladas com períodos de sol, entre muitas nuvens.

Na região Nordeste, uma frente fria fica próxima do litoral da Bahia. No sul da Bahia, no Planalto da Conquista, no Recôncavo baiano e na Chapada Diamantina, o dia fica nublado e chove várias vezes. O sol aparece fraco e muitas nuvens crescem nas outras áreas do leste do Nordeste, onde ocorrem várias pancadas de chuva entre o Sergipe e o leste da Paraíba. A chuva pode ser moderada. O sertão de Pernambuco e as outras áreas nordestinas terão sol forte. Chove rápido no litoral e no norte do Maranhão.

Na região Centro-Oeste, o tempo quase não muda. O ar continua muito seco. O sol aparece forte o dia todo na região. A baixa umidade do ar inibe a formação de nuvens. Não há condições de chuva. Faz bastante calor à tarde e os níveis de umidade do ar baixam novamente para valores de alerta, menores do que 20% em quase toda a Região. Esta situação aumenta os problemas respiratórios.

Na região Sul, a frente fria que avança sobre o Rio Grande do Sul provoca chuva no centro, no oeste e no sul do Estado. Na fronteira com o Uruguai a chuva acontece principalmente pela manhã. No norte gaúcho e no litoral sul e na serra de Santa Catarina, o sol aparece, a nebulosidade aumenta e ocorrem pancadas de chuva. As outras áreas de Santa Catarina e o Paraná têm um dia com sol e algumas nuvens. O dia começa com nevoeiro no leste do Paraná e no Vale do Itajaí.