No Twitter, Roberto Jefferson afirma que "DEM é uma m..."

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, colocou mais lenha na fogueira na troca de acusações entre integrantes da base de apoio do presidenciável José Serra (PSDB) ao afirmar, em sua página na rede de microblogs Twitter, na noite desta sexta-feira (25) que "o DEM é uma m...".

Mais cedo, o vice-presidente do DEM, o deputado Ronaldo Caiado (GO), atacou, através do seu Twitter, a indicação do senador Alvaro Dias para vice do candidato do PSDB à presidência da República e afirmou que seu partido não abrirá mão de indicar um nome para a chapa. "Com um aliado desse, o Democratas não precisa de inimigo. Vou defender dentro da executiva o fim da aliança com o PSDB", escreveu Caiado.

O deputado ressaltou que sempre defendeu a tese da candidatura própria, mas disse ter firmado uma parceria com o PSDB pelo bem do País. "Como vice-presidente do Democratas, apoio a decisão de Rodrigo Maia de não abrir mão da vice". O Democratas não admite tal golpe. Conversei com o presidente Rodrigo Maia e o partido não abre mão da vice". Caiado ressaltou que o DEM só cederia a vaga se fosse por Aécio Neves.

O PSDB apresentou nesta sexta-feira (25) a todos os partidos aliados o nome de Alvaro Dias para ocupar a vice. A cúpula tucana se reuniu na noite desta quinta-feira (24) e Guerra apresentou formalmente o nome do parlamentar como opção da legenda para a vice. "Se na campanha nos tratam assim, imaginem se o PSDB ganhar a campanha?", continuou Caiado através de seu Twitter.

O deputado fez críticas direcionadas a Alvaro Dias, afirmando que o senador não tem força política. "@alvarodias_ é um senador que não tem voto e é odiado pelos professores".

Caiado afirmou que seu partido soube da indicação de Dias através da imprensa e que o DEM não teria sido comunicado. Ao final, justificou suas mensagens: "senti liberdade para falar isso a vocês porque o PSDB desrepeitou o DEM. Tomaram uma decisão e deixaram a imprensa comunicar. Em toda minha vida pública me pautei pela transparência, pela ética e pelo cumprimento de acordos e respeito a aliados e adversários. Por isso fiz questão de fazer essas ponderações a todos vocês aqui pelo Twitter".

Até as 22h, nenhum representante do corpo diretivo do PSDB havia respondido às mensagens enviadas por Caiado e por Roberto Jefferson na rede de microblogs. O indiacado pelo PSDB, senador Alvaro Dias apenas agradeceu o apoio expressado pela sua legenda e pela base de apoio da candidatura José Serra em mensagens enviadas por volta das 21h15.

"Meu agradecimento ao PSDB e ao José Serra pela honra dessa convocação. A Roberto Freire(PPS) e Roberto Jefferson (PTB) muito obrigado pelo acolhimento e apoio. Ao Rodrigo Maia que legitimamente reivindica para seu partido a vice de Serra o meu respeito", afirmou Dias em seu Twitter.