Lula sobrevoa áreas atingidas pelas chuvas no Nordeste

Portal Terra

DA REDAÇÃO - O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, chegou por volta das 9h40 desta quinta-feira à Base Aérea do Recife (PE), de onde partiu para realizar um sobrevoo nas cidades de Pernambuco e Alagoas em situação de calamidade pública depois das fortes chuvas que atingiram os dois Estados nos últimos dias.

Ao chegar ao Recife, presidente ouviu uma apresentação do major-brigadeiro Hélio Paes de Barros sobre os efetivos, equipamentos e voos realizados em ajuda aos flagelados nas cidades mais afetadas. Às 10h40, dois helicópteros da Força Aérea Brasileira levantaram voo com o presidente.

O presidente Lula pediu aos governadores de Pernambuco, Eduardo Campos, e Alagoas, Teotônio Vilela Filho, que centralizem o recebimento dos recursos que serão destinados às cidades, para dar mais agilidade ao socorro aos flagelados. De acordo com o deputado federal Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), foram anunciados R$ 250 milhões para cada um dos Estados, recursos a serem somados aos R$ 25 milhões anunciados anteriormente.

O ministro da Saúde, José Temporão, disse que 11 t de medicamentos para Pernambuco e 7 t para Alagoas seriam enviadas para as cidades afetadas, como forma de proteger a população das doenças que ocorrem antes e depois de enchentes, como hepatite, leptospirose e diarréia, informou o deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE).

Além do titular da Saúde, o ministro da Educação, Fernando Haddad, participava da comitiva do presidente. De acordo com Paulo Rubem, vice-presidente da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, os dois ministros vão montar uma estratégia para reconstrução de postos de saúde básica e unidades de educação infantil nas cidades atingidas, conhecidas pelos seus baixos indicadores de atendimento à população nesses dois itens.

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, e a presidente da Caixa Econômica Federal, Fernanda Coelho, também sobrevoaram as cidades da mata sul pernambucana e da mata norte alagoana. Eles vão tratar da recuperação das vias e instituições públicas, além de destinar recursos do programa Minha Casa, Minha Vida para os as famílias que perderam suas moradias, disse Paulo Rubem. Também participaram da comitiva os ministros Erenice Guerra, da Casa Civil, Paulo Bernardo, do Planejamento, e Alberto Cardoso, do gabinete institucional.