PF desarticula quadrilha de tráfico internacional de armas e drogas

JB Online

RIO - A Delegacia de Repressão ao Tráfico Ilícito de Armas da Polícia Federal está deflagrando a Operação Patente, que visa desarticular uma quadrilha de tráfico internacional de armas e drogas.

A coordenação das atividades ilícitas era feita por presidiários ligados à facção criminosa Comando Vermelho, que faziam das celas verdadeiros escritórios do crime, determinando todos os passos de seus comparsas em liberdade e até negociavam propinas oferecidas a policiais paraguaios.

Estão sendo cumpridos 15 mandados de prisão, entre eles o de uma advogada ligada à facção criminosa, e 16 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, Duques de Caxias, Petrópolis e São Paulo. Cinco dos mandados de prisão serão entregues diretamente nos presídios.

Também serão realizadas seis buscas em celas de presídios do Complexo de Bangu/RJ.

O nome da operação está ligado a frequentes viagens dos investigados para as regiões de Coronel Sapucaia/MS e Capitan Bado, no Paraguai.